O Futuro no Tratamento do Câncer Mamário

A contínua evolução da medicina tem levado a grandes avanços inclusive na mastologia.
Esta evolução tem se confirmado, com as recentes técnicas de mamografia digital, mamografia 3D, biópsias assistidas a vácuo (mamotomia), direcionadas por estereotaxia, ressonância magnética, e ultrassonografia de alta definição.
Além disto, grande avanço foi proporcionado pela medicina nuclear no diagnóstico pela cintilografia, Pet-CT oncológico, e pelo mapeamento genético de pacientes predispostos ao câncer de mama.
Já estamos assistindo a altos índices de cura com procedimentos cirúrgicos cada vez menores e menos traumatizantes, e o futuro é altamente promissor, com as novas drogas quimioterápicas, imuno-moduladoras e anti-hormonais, aliadas a novos equipamentos de radioterapia.
Estes aspectos são marcos tecnológicos que salvam vidas, que até pouco tempo atrás não tinham esperança.
Todo este avanço tem levado a uma sobrevida longa e à cura de muitas pacientes portadores desta doença.
Não podemos esquecer, no entanto, que o câncer de mama está aumentado em incidência, e diminuindo a idade de acometimento, e que, para que tais fatos se concretizem, é fundamental que a população se conscientize da extrema importância de se consultar o especialista e realizar os exames preventivos.