Radioterapia Intra-Operatória no Câncer da Mama

A Radioterapia(RTX) é parte fundamental no tratamento do câncer mamário.
A RTX complementa o tratamento cirúrgico, sendo extremanente importante no contrôle local da doença.
Várias são as indicações para se realizar RTX. As particularidades de cada caso e paciente, definirão qual a dose, área, e tempo de irradiação.
Na maior parte dos casos utiliza-se a RTX aplicada de forma convencional, iniciando-se 40/45 dias após o tratamento cirurgico, ou 40/45 dias após cirurgia seguida de quimioterapia.
Via de regra a RTX convencional é utilizada com dosagem fracionada em 25 a 30 sessões, geralmente 5 dias por semana, resultando em 5 a 6 semanas de tratamento.
Com os equipamentos atuais, em serviços de referência, os efeitos colaterais são pequenos e bastante toleráveis.
Em alguns casos, dependendo da idade da paciente, e das caracteristicas do tumor, pode-se realizar a dose em menor número de sessões.
A RTX Intra-Operatória é uma técnica atual, em que se aplica uma dose única no leito tumoral, após a retirada cirúrgica da região comprometida.
Esta técnica é restrita a casos específicos, que preenchem os requisitos necessários para tal procedimento, tais como:
  • Tipo de tumor
  • Tamanho do tumor
  • Axila negativa
  • Perfil Imunohistoquímico adequado
  • Idade da paciente
  • Dificuldade de acesso a centros de Radioterapia
Este tipo de tratamento exige centro cirúrgico especializado, normalmente localizado dentro do próprio departamento de Radioterapia, e com equipes capacitadas para tal.
Se a paciente preenche os requisitos necessários para a utilização da RTX Intra-Operatória, há grande vantagem, por se tratar de procedimento único, particularmente nas que vivem em lugares afastados, ou onde não há centros especializados em Radioterapia.