HPV

Como se faz o diagnóstico da infecção por HPV?

A presença do HPV é em geral observada em exames que detectam o DNA do vírus, tais como a captura híbrida. A presença de HPV nesses exames não significa que a paciente está com câncer no colo uterino, mas sim que há uma infecção viral que, se não for adequadamente tratada, poderá evoluir para o câncer.

Qual é a diferença entre HPV e HIV?

Muita gente confunde HPV com HIV. Ambas as infecções são provocadas por vírus e ambas são transmitidas pela relação sexual, mas o HPV é menos grave e de evolução mais lenta. O comportamento sexual de risco, no entanto, é o mesmo para todas a infecções virais: sexo sem proteção, vários parceiros sexuais e, mais importante do que tudo, parceiros que também têm comportamento sexual de risco.

Sexo sem proteção pode levar ao Câncer de Colo de Útero?

Sexo sem proteção pode levar a três infecções: HPV, HIV e hepatite C. As três são problemáticas, principalmente o HIV e a hepatite C, sendo que esta última pode levar até à falência hepática em alguns casos. O HPV, apesar de ser mais comum, é a menos grave das três infecções, pelo fato de que 60 a 70% das pessoas se curam espontaneamente sem tratamento nenhum, e mesmo aquelas que não se curam, têm uma evolução lenta o suficiente para permitir tratamento adequado. Basta, para isso, estarem aos cuidados de um bom profissional. O HPV por sua vez, está implicado na maioria dos casos de câncer de colo de útero.